Energia Solar como solução de economia

Durante o ano de 2015, todos nós sentimos no bolso os consecutivos aumentos no preço da energia elétrica, você pode entender melhor os motivos dos aumentos da energia. O fato é que, os consumidores estão buscando formas de não sofrerem com os sucessivos aumentos, e uma das principais formas de fugir deste problema, é gerando sua própria energia.

Segundo dados da ANEEL, Agencia Nacional de Energia Elétrica, em dezembro de 2014, haviam no Brasil, 422 mini/micro usinas instaladas através da geração distribuida, você pode conhecer mais sobre a resolução 482 da Aneel Clicando Aqui. O Relatório apresentado no mês 11/2015 revelou um grande aumento aos adeptos a energia solar fotovoltaica, o número quase triplicou, atingindo um total de 1125 residências/empresas que geram sua própria energia, investimento que retorna economia para o bolso,

Mapa Solar

Os estados que lideram o ranking dos micro e mini geradores de energia são: Minas Gerais, Rio de Janeiro e o Rio Grande do Sul. Como já citamos no post anterior, o Ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, é um grande entusiasta a energia solar e luta para consolidar o desenvolvimento do setor fotovoltaico no Brasil. Uma das ações do Ministro, é fazer com que todos o estados isentem o imposto ICMS da energia elétrica para a micro geração de energia.

No estado do Paraná, os sistemas fotovoltaicos já são utilizados como solução a energia cara, mesmo o estado cobrando ICMS de 29% sob o valor da energia consumida da distribuidora, os usuários da energia fotovoltaica no estado já totalizam 305 kWp apenas na geração distribuída.

Veja a matéria exibida no Jornal Nacional, demonstrando casos de usuárias de sistemas solares e comentando sobre o crescimento do setor. (Clique Aqui)

Fuja dos aumentos, reduza sua conta de energia e utilize seu dinheiro para ser feliz.

#energiasolarlondrina #fotovoltaicoparana #energiasolarparana #sistemafotovoltaico #impostoenergia #energiasolarfotovoltaica #EduardoBraga #fotovoltaicolondrina #economizarenergia #geraçãodistribuida #reduzircontadeenergia

Posts em destaque